terça-feira, fevereiro 24, 2009

Irish coffee

Você me rouba cenários.
O contexto se perde em cada olhar porque viajo nas nuances que contém seus gestos. Cada movimento pára como uma marca, e ganho quilômetros através de uma janela.

Quero você aqui deixando seus rastros nos meus caminhos diários, embaralhando minhas almofadas com a mesma displicência com que embaralha meus pensamentos, me pedindo café com a voz embargada de sono e me fazendo sorrir por não entender o que sei que deseja. Quero esperar a chuva passar enquanto você se diverte com sua fumaça. Quero os fios de cabelo perdidos, as mordidas ganhadas, as fotos amareladas e o tempo passando lá fora.



(Texto resgatado de algum guardanapo usado que ainda guarda algo de café, insônia e saudade.)

3 Comentários:

Às 14/03/2009 09:23, Blogger biancart disse...

Deixo aqui um "rastro displicente":

Foto e texto comunicando uma mesma cena... Gostei!

 
Às 20/07/2009 03:49, Anonymous pree disse...

vamo atualizá, vamo?

 
Às 20/07/2009 09:40, Blogger .: Tatiana Monteiro :. disse...

Ahahaha!
Até atualizaria... mas esqueci como é que se escreve.
(triste mas verdade)
Beijo!

 

Postar um comentário

<< Home