domingo, março 28, 2010

Con-tato

"Minha alma tem o peso da luz. Tem o peso da música. Tem o peso da palavra nunca dita, prestes a quem sabe ser dita. Tem o peso de uma lembrança. Tem o peso de uma saudade. Tem o peso de um olhar. Pesa como pesa uma ausência. E a lágrima que não se chorou tem o imaterial peso da solidão no meio de outros."

_ Clarice Lispector.








Criei coragem. Inventei palavras que talvez pudessem dizer o tanto de você que há em mim. E disse. Não precisava de garantias, de contratos, de assinaturas, nem fotos 3X4 autenticadas.
Criei forças. Busquei as provas mais duras de mim. Vivi. E andei tantos solos que hoje meus calos são maiores que meus falos.
Criei asas. A fé trouxe tantas esperanças que te espero sempre e para sempre. É como se meu corpo mudasse para te receber. Meu lugar de encaixe.
Criei marcas, cores, sons. Tudo para que você pudesse me re-conhecer.
Criei tanta coisa por ti que o próprio Amor criou-se por si só...
E hoje eu tenho um céu de estrelas que um dia criei para você.

2 Comentários:

Às 05/04/2010 01:18, Blogger colorida & irritada disse...

palavras intensas, momentos tensos.
palavras tensas, momentos intensos.
não necessariamente nessa ordem, né?!

 
Às 05/04/2010 10:34, Blogger .: Tatiana Monteiro :. disse...

sentimento podia explicar sentimento... porque razão explicar sentimento é foda.
daí fica um nó na garganta. e o não digerido faz mal. bem mal.

 

Postar um comentário

<< Home